Qual será o perfil do contador do futuro, ou será que ele já existe?


Caro amigo empreendedor, listamos abaixo algumas perguntas para reflexão:

1) Você sabe qual foi o seu lucro no último mês?
2) E nos últimos seis meses?
3) Você teve acesso ao comparativo das suas receitas do exercício atual com o anterior?
4) Você sabe, de forma efetiva, onde suas receitas estão distribuídas?
5) Seu fluxo de caixa é positivo?

Essas e outras questões são primordiais para mensurar o desempenho de sua empresa. Você sabe quem pode ajudá-lo a respondê-las?

Se você respondeu o Contador, a resposta está correta!

Sabemos que o papel do contador é fundamental para a saúde financeira das empresas, todavia, ainda existe uma minoria que enxerga o profissional contábil como cobrador de impostos quando, de fato, quem cobra impostos é o Governo.

É fato que o contador tem a responsabilidade de encaminhar as guias tributárias ao empresário, pois a apuração de suas receitas, despesas e cálculos dos tributos é realizada por este profissional. No entanto, vale ressaltar que o contador presta serviços ao empresário e não ao Fisco.

A realização de todas as conformidades pelo profissional contábil não o caracteriza como prestador de serviços ao Fisco, pois as obrigatoriedades tributárias são de responsabilidade do empresário que, por sua vez, terceiriza ao profissional contábil devida a sua expertise no assunto.

O enfoque deste artigo, porém, não consiste nas atribuições com relação às conformidades das empresas, mas sim à sua gestão propriamente dita.

Segue outro questionamento:

Quão importante seria ter como parceiro de negócios um Contador Consultor para a sua empresa?

Isso mesmo! Um profissional que acompanhe seus números, que mostre o caminho que você deve seguir para que sua empresa prospere ou, até mesmo, volte a operar nos trilhos do sucesso e longevidade.

Isso é possível? Claro que sim.

A contabilidade é rica em informações para a tomada de decisão do empresário, basta apenas utilizá-la da maneira correta e de forma tempestiva.

Com os números contábeis, o contador pode identificar a necessidade (ou não) de capital de giro para a empresa, comparando seu ciclo de recebimento, pagamento e estocagem, por exemplo.

Os conhecidos índices de liquidez são extraídos dos fechamentos contábeis e esses dados são extremamente relevantes quando da participação da empresa em processos licitatórios ou, até mesmo, na aquisição de novos clientes e fornecedores.

Os indicadores financeiros que analisam os retornos dos investimentos são de suma importância aos empresários que buscam mensurar se, de fato, determinada aplicabilidade fez sentido. Esses índices também são confeccionados oriundos dos números contábeis.
Além do rotineiro e conhecido planejamento tributário, o Contador Consultor pode ir muito mais além, contribuindo com indicadores que facilitarão seus clientes a tomarem decisões mais assertivas com relação ao mercado, investimentos e qual a melhor forma de destinar os resultados da sua empresa.

Cada vez mais esse tipo de profissional consultivo e gerencial é visto como essencial às organizações.

Sem escapar de todas as outras atribuições de compliance delegadas ao profissional contábil, o consultor vem sendo o mais cogitado nos últimos tempos, sem a menor sombra de dúvidas.

O Contador Consultor possui a característica essencial de acompanhar os números da empresa e direcionar as melhores alternativas em determinado momento dos negócios, enquanto o empresário direciona seus esforços no seu core business.

O SERAC conta com profissionais altamente capacitados para auxiliar sua empresa, gerando valores por meio dos números contábeis, de forma a contribuir efetivamente com a prosperidade de seus clientes.

O futuro da contabilidade é agora. Vem para o SERAC!


Share article on

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *