A Importância do Relacionamento Interpessoal nas Empresas

Em algum momento na vida, você já deve ter ouvido falar de relacionamento interpessoal. Nas organizações esse termo é mais utilizado e tem em sua essência uma importância extrema, afinal tange as relações entre as pessoas e o ambiente que muitas vezes passamos maior parte do dia, a empresa.

As relações entre as pessoas notoriamente são complexas. Ninguém é igual a ninguém, por mais que se pareçam.  As pessoas são diferentes, agem, pensam e comportam-se de formas distintas. No ambiente de trabalho, os comportamentos dos profissionais podem tanto ser positivos, quanto negativos, mas ambos impactam no sucesso, na lucratividade e nos resultados das organizações.

Você sabe o que realmente quer dizer a expressão Relacionamento Interpessoal?

Relacionamento Interpessoal é o vínculo criado entre dois ou mais indivíduos, com base em suas interações e no contexto social em que atuam. Envolvem três componentes básicos:

  • O eu: o interno, a vontade e empatia que impulsiona o comportamento
  • O outro: a pessoa que interage conosco na relação, sendo um amigo, colega de trabalho, familiar, etc.
  • O ambiente: local onde está acontecendo essa interação. Empresa, família, amigos.

O ser humano é um ser social desde o seu nascimento. Aprende interagir com tudo e com as pessoas que o rodeiam, tendo o seu fortalecimento nos vínculos das relações. Quando crescem, essas relações podem se tornar mais ou menos equilibradas, pois cada indivíduo possui uma criação diferente, bem como personalidade única, o que pode levar a um convívio empático e ligações saudáveis, como conflituosos e divergentes, afetando a qualidade das relações.

Cultivar interações pautadas pelo respeito, cooperação, empatia e comunicação, aumentam as chances de retornos positivos nas relações e nos grupos. Quem possui maior desenvoltura nas interações, tem mais chances de estar preparado para gestão de pessoas e equipes de sucesso.

Algumas habilidades são vividas com mais frequência no contexto de trabalho, outras podem ocorrer em várias situações sociais que requeiram do indivíduo uma mobilização interna, o fato é que elas passam a fazer parte da pessoa, compondo a sua dinâmica pessoal ao lidar com as situações cotidianas. Podemos citar algumas que dentro das organizações são primordiais:

  • EmpatiaCapacidade de se colocar no lugar do outro;
  • CompreensãoEntender as situações tanto pessoais quanto sociais dos demais;
  • Pensamento PositivoEsperar que as experiências vividas, tragam resultados da melhor maneira, para que tudo fique bem;
  • AutocontroleCapacidade de controlar a impulsividade, a vontade, dentre outras emoções vividas, para expressá-las da melhor forma;
  • Comunicar-se e expressar-se com os demaisCapacidade de comunicar o que sente, bem como expressar emoções e de conversar com as pessoas de forma tranquila, fluida;
  • Resolução de conflitosCapacidade de abrir-se para busca de solução de conflitos de uma forma que não gere agressão nem física nem verbal;
  • AssertividadeExpressar suas opiniões respeitando as opiniões alheias, sabendo colocar-se diante dos demais.
  • Autonomia na tomada de decisõesCapacidade de decidir sem depender da opinião dos outros.
  • Saber dar e receber feedbacks: Saber expor ao outro, pontos positivos e a serem melhorados, bem como receber as opiniões alheias, sem que haja uma introjeção de aspectos negativos. A crítica construtiva é aquela que não ofende, fazendo com que o outro pense e analise formas de melhorar o comportamento.

E aí vem a pergunta: “Estamos prontos para nos relacionar com os outros?”

Segundo Stanley C. Allyn , “A pessoa mais útil do mundo hoje em dia, é o homem ou a mulher que sabe lidar com os outros. Relações Humanas é a ciência mais importante da vida.”

Neste sentido, é de suma importância entender o conceito onde: “A minha expectativa, é não ser a sua expectativa”. As relações interpessoais, não são pautadas em agradar o outro para manter um relacionamento, e sim, saber lidar com as diferenças, agir de forma ponderada e equilibrada para colocar o seu modo de ser e, ao mesmo tempo lidar com as pessoas. Respeito e bom senso andam juntos no que tange os relacionamentos interpessoais.

Fazer de uma empresa um lugar de sucesso, depende de cada um de nós.


Share article on

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *