A Migração do Consumo Brasileiro para o Digital

Passados mais de 450 dias desde que a pandemia começou no Brasil, é como se vivêssemos um life event coletivo: um momento repleto de desafios, e que também abre espaço para mudanças aceleradas de comportamento. Com todo esse movimento, tivemos que evoluir décadas em semanas.

Os hábitos mudaram, as pessoas tiveram que se adaptar. O que parecia impensável se tornou comum para muita gente: o trabalho virou sinônimo de home office, máscaras se tornaram itens obrigatórios, cumprimentar as pessoas virou falta de educação e tantos outros hábitos cotidianos sofreram expressivas mudanças.

Com toda essa transformação, a jornada de consumo também passou por uma metamorfose. Pessoas e empresas sentiram a necessidade de correr para o digital. E a aceleração digital tem sido uma das formas mais efetivas de mitigar os efeitos da pandemia. As jornadas de compra de praticamente todos setores se digitalizaram intensamente em um curto espaço de tempo.

Com um maior número de usuários conectados buscando informações, houve também um aumento no interesse por produtos e/ou serviços diversos. Um dos destaques foram os itens de casa: 58% de crescimento na busca por itens Home & Garden (fonte: Google).

Além disso, a enorme bancarização de brasileiros com a oferta do auxílio emergencial gerou um crescimento exponencial no número de transações bancárias digitais — do pagamento de contas às mais diversas compras.

Esse processo todo gerou um número maior de acesso à carteira digital, que acarretou também uma aceleração do consumo online como um todo. Não à toa, o e-commerce nacional registrou o dobro do faturamento e um importante crescimento no número de novos consumidores digitais, chamados e-shoppers.

E como as marcas reagiram a tudo isso?

Apesar de uma forte queda dos indicadores de vendas do varejo nos últimos meses, a maioria dos varejistas brasileiros foram capazes de colher resultados positivos em suas lojas digitais.

De acordo com pesquisa realizada pela Similar Web, houve um aumento de visitas em sites de verticais específicas englobando mais de 100 negócios digitais. Com as lojas fechadas e horário de funcionamento reduzido, os negócios que se adequaram ao digital aceleraram para praticamente todas as indústrias, com exceção de setores como automóveis e turismo.

Mais do que entender a performance por categoria, devemos nos atentar às estratégias individuais capazes de produzir crescimento nas lojas digitais de marcas de diferentes segmentos. Ao passo em que a pandemia foi avançando, pequenas e médias empresas, restaurantes e lojas rapidamente se organizaram e passaram a oferecer seus produtos em sites e marketplaces.

Como o SERAC pode ajudar?

Além de oferecer uma gama completa de serviços nas áreas contábil e de assessoria jurídica para empresas, o SERAC pode ser parceiro na jornada de transformação digital da sua empresa: contamos com um time de tecnologia e inovação, além de contar com uma consultoria especializada em marketing para gerar e capturar demanda. E para maximizar resultados, a automação pode ser uma potente ferramenta para gerar mais alcance para sua campanha e economizar horas de trabalho do seu time.

Conte com o SERAC!


Share article on

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *