A Onda NFT é momentânea ou veio para ficar?

Hoje não é mais novidade o assunto de ativos digitais. Afinal, quem nunca ouviu falar de bitcoin e blockchain? São termos que dividem opiniões e geram muitas especulações. O fato é que, inicialmente, sofreram com certa resistência por parte do público em geral, mas, com o passar dos anos, ganharam espaço com investidores e empresas. A grande maioria não esperava tamanha valorização e notoriedade para os criptoativos.

Mas não parou por aí. Os NFT, tokens não fungíveis, ativos únicos e insubstituíveis, foram criados em 2014, mas só em 2022 tomaram os noticiários após celebridades como Justin Bieber, Serena Williams e Neymar investirem quantias expressivas, desde USD$ 400 mil a USD$ 1 Milhão em apenas um NFT.

Parece até midiático, né? É difícil entender como uma “figura comprada pela internet” passa a ser um ativo, que movimenta o mercado financeiro, podendo valorizar seu patrimônio ou desvalorizar também. Isso mesmo, o NFT é um ativo volátil, como muitos outros tipos de investimentos que nós fazemos, e está em alta no mundo hoje em dia. Mas será que é uma onda passageira?

Não, ele veio para ficar! Mas, isso não significa que não haverão adaptações no futuro. O que já sabemos é que o conceito de ativos não fungíveis será utilizado daqui para frente para vários negócios, segmentos, empresas e até mesmo no nosso dia a dia. Vale a pena ficar por dentro das possibilidades, ler bastante sobre o tema, pois ainda ouviremos falar muito nele no futuro.

E, você? Está aproveitando a onda e investindo em ativos digitais? Se precisar de ajuda para declarar seus NFT ou saber mais como o Governo Brasileiro está tratando o assunto, entre em contato com o SERAC!

 


Share article on

Related Post